Benefícios pós-pandemia: O que pode mudar daqui pra frente?

Benefícios pós-pandemia: O que pode mudar daqui pra frente?

BENEFÍCIOS

Mudanças nos benefícios durante a pandemia

Abaixo, os benefícios mais comuns praticados pelas empresas no mercado antes da pandemia:

  1. Assistência Médica
  2. Vale Refeição
  3. Assistência Odontológica
  4. Vale Alimentação
  5. Notebook
  6. Estacionamento
  7. Celular
  8. Vale Transporte
  9. Aportes na Previdência

Durante a pandemia, diante de uma nova realidade de trabalho remoto e pelo distanciamento social, alguns benefícios foram substituídos e alguns novos entraram em cena.

A  seguir os 6 benefícios que mais apareceram em resposta à pergunta:

Devido à pandemia, que novos benefícios a sua empresa passou a oferecer?

  1. Apoio psicológico
  2. Notebook
  3. Auxílio financeiro para montar Home Office
  4. Auxílio internet
  5. Empréstimo de mobiliário
  6. Auxílio táxi

E também os 6 benefícios que, de acordo com os entrevistados, mais aparecem entre os    que foram suprimidos por conta da pandemia:

  1. Vale Transporte
  2. Estacionamento
  3. Auxílio combustível
  4. Vale Refeição
  5. Ônibus Fretado
  6. Auxílio Academia

A maior parte desses benefícios suprimidos estão relacionados à mobilidade dos trabalhadores. Faz sentido, na medida em que muitos passaram a trabalhar de casa.

O vale refeição, em algumas situações, foi convertido em vale alimentação, já que nas primeiras fases da pandemia, os restaurantes estavam fechados e a quantidade de estabelecimentos que atendiam aos pedidos on-line e que aceitavam o vale refeição ainda era pequena.

As academias também foram proibidas de funcionar em diversas cidades nas primeiras fases da pandemia, portanto, compreensível que este benefício tenha sido igualmente suprimido.

Não se sabe ao certo se a retirada destes benefícios terá caráter temporário ou permanente. Dependerá, em partes, da nova estrutura de trabalho que será desenhada daqui para a frente e da situação vivida por cada negócio.

Os benefícios mais valorizados do pós-pandemia

Muitos aproveitaram o momento de reclusão ocasionado pela pandemia para rever seu plano de vida, sua carreira, seus hábitos de consumo e seu modo de viver.

Ouvimos histórias de inúmeros profissionais que se mudaram para cidades mais tranquilas, saíram de seus apartamentos para morar em casas, reformaram seus espaços de trabalho visando a uma melhor qualidade de vida ou mudaram seu comportamento.

Abaixo,  a lista de desejo dos benefícios mais importantes no pós-pandemia, ordenados pela quantidade de vezes em que são mencionados.

  1. Assistência Médica
  2. Vale Refeição
  3. Vale Alimentação
  4. Assistência Odontológica
  5. Aportes na Previdência
  6. Notebook
  7. Auxílio Estudo
  8. Auxílio Financeiro Para Montar Home Office
  9. Estacionamento
  10. Celular
  11. Auxílio Combustível
  12. Vale Transporte
  13. Carro Para Uso Particular e Profissional
  14. Apoio Psicológico
  15. Folgas Remuneradas
  16. Auxílio Academia
  17. Auxílio Internet
  18. Auxílio Creche
  19. Carro Para Uso Durante o Trabalho
  20. Ônibus Fretado
  21. Auxílio Pet

OUTROS MIMOS

Além dos benefícios tradicionais que, muitas vezes, impactam na remuneração dos colaboradores diretamente, uma série de outros mimos eram oferecidos pelas empresas em seus locais de trabalho.

Veja abaixo os exemplos mais citados:

  • massagem/ioga/alongamento/ginástica
  • presentes em datas comemorativas
  • sala de descompressão
  • desconto em lojas/bares/restaurantes
  • alimentos e bebidas grátis
  • sala de jogos
  • vale experiência
  • vale cinema

Vale notar que algumas iniciativas, como ter uma sala de descompressão ou uma sala de jogos, perdem o sentido quando os colaboradores estão trabalhando de casa.

Por outro lado, mesmo alongamento e ginástica laboral são ações que podem continuar existindo de forma virtual.

Também temos visto empresas mandando alimentos e bebidas para as residências dos colaboradores para manter a tradição e continuar engajando a equipe.

HOME OFFICE

Home Office não é mais benefício?

Para 80% dos entrevistados, o home office passou a ser considerado como uma forma de trabalho e não mais um benefício. Antes da pandemia, quando as empresas ainda não haviam experimentado esta forma de trabalho em grande escala, o acesso ao trabalho remoto estava restrito a poucas pessoas.

A partir do momento em que muitas empresas começaram a mandar seus colaboradores trabalhar de casa e perceberam que pode haver produtividade, o home office passou a entrar na pauta como um modo de trabalho que poderia ser adotado após a pandemia.

Os profissionais também perceberam que era possível trabalhar de casa, morar em outras regiões com uma melhor qualidade de vida e que não precisariam estar no escritório durante todos os dias da semana.

Agora, o desafio para os gestores é manter uma equipe remota – ou em um modelo híbrido – motivada, engajada, além de incorporar a cultura e os valores da empresa, mesmo à distância.

Autor: Consultoria Robert Half  - agosto/2020

Rolar para cima